segunda-feira, 21 de maio de 2012

A cor dos dias

Há dias que se vestem de negro,
Levam palavras nas entrelinhas,
Coisas que se vão perdendo
Em algumas histórias minhas.
Palavras que calo pois assim tem de ser,
Caem folhas secas no chão,
Dançam outras no ar,
Retratam-se palavras na escuridão...

E quando os dias se vestem de branco
Reflete-se a luz num sonho que seduz,
Nascem novas palavras amantizadas em momentos,
Faz saltar aos meus olhos o branco do algodão,
Sinto todos os meus felizes ecos...
Faço cantar e dançar os sentimentos. Gosto...

Gosto dos dias claros.
 Gosto da luz, da claridade na noite.

E o amanhã, que cor terá?

4 comentários:

  1. Amanhã logo se vê :)

    Bonito texto*

    ResponderEliminar
  2. Com tanto arco-iris para pintar os dias escolhes só preto e branco?
    :-) Boa noite.

    ResponderEliminar
  3. Nem sempre conseguimos coloca na tela da vida as cores que queremos...
    Prometo um post, lá mais para a frente, com as cores todas. :)*

    ResponderEliminar