domingo, 11 de setembro de 2011

Aqui neste blog

Aqui, neste blog
Há pensamentos vividos,
Vivências pensadas.
Aqui, há Sorrisos presentes,
Memórias nunca apagadas.
Aqui, neste blog
Há coisas simples e banais,
Que conto, que escrevo
Sem me importar no que pensais.
Aqui, há flores diversas,
Rosas cintilantes
Há cravos rasgados
Em pensamentos distantes.
Aqui, neste blog
Há um pouco de tudo,
E muito de nada,
Há coisas esquecidas
Mas gente lembrada


                                                                              Aqui neste blog
                                                                           Há cheiro a jasmim,
                                                                          Há pedaços de outros
                                                                            E bocados de Mim.
                                                                              Aqui, neste blog
                                                                         Há palavras que falam
                                                                              De boca fechada.
                                                                            Há frutos e árvores,
                                                                           Sementes de outrora.
                                                                              Aqui, neste blog
                                                                          Há uma menina que ri,
                                                                        Há uma mulher que chora.


7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. É o teu canto especial, este...
    É um pedaço de ti
    É um desabafo, se o procurares...
    É um escape, se assim o pretenderes...

    És tu...

    E não é preciso que seja mais nada...

    Bj's
    Vasco

    ResponderEliminar
  3. Vasco,disseste tudo em tão poucas palavras! Obrigada :)
    É um canto especial mesmo sem nada de extraordinário por aqui... sendo apenas eu!

    As palavras aqui perdem-se ou soltam-se. Sei lá!

    Beijo :))

    ResponderEliminar
  4. Aqui, parece-me que as palavras se soltam...
    E ainda bem...

    Beijo ;)

    ResponderEliminar
  5. Muito bem escrito :-)

    José

    ResponderEliminar